Lipoma

Lipoma (nódulo) ou Lipomatose (forma múltipla) é um acúmulo de tecido gorduroso subcutâneo, que formam lesões palpáveis de consistência firme e elástica e fazem relevo na pele. São considerados tumores benignos, mas podem crescer bastante, o que gera um desconforto estético e físico muitas vezes insuportável e mesmo não causando dor, leva o paciente a recorrer à cirurgia para extração do mesmo.

Seu tamanho varia de 0,5 cm para cima de diâmetro, e o seu crescimento costuma ser lento.  São assintomáticos na maioria dos casos, podem causar dor em outros. O lipoma é composto de tecido adiposo, geralmente é macio ao toque, por vezes pode ser movido e em alguns casos pode se tornar um tumor maligno.

Quais são os tipos de lipoma?
O lipoma superficial subcutâneo (aquele localizado abaixo da superfície da pele) é o tipo mais comum entre tantos que existem, abaixo alguns tipos não tão comuns:
  • Celular
  • Angiolipoma
  • Lipoblastoma Benigno
  • Intramuscular
  • Lipoma do tendão, sinovial, nervos ou outros.
Como o lipoma pode ser tratado?
Uma pequena cirurgia é o suficiente para remover o lipoma, podendo ser realizada no consultório médico. Pode ser removido também através de liposucção, dependendo do seu tamanho, mas para que estas técnicas sejam possíveis o lipoma não pode estar sob o músculo.

A remoção somente é indicada em casos que o paciente se sinta muito incomodado com sua aparência estética ou quando o lipoma cause dor ou desconforto na realização de movimentos. Se a opção do paciente, juntamente com o médico for à retirada do lipoma, este deve ser retirado por inteiro, se uma parte permanecer no local, provavelmente haverá novamente o crescimento.

A liposucção gera uma cicatriz menor, mas este procedimento só é possível em pequenos lipomas e pode acontecer de não extrair totalmente a lesão, pela limitação de visão na hora do procedimento.

Como é feito o diagnóstico?
Clinicamente os lipomas são facilmente reconhecidos e diagnosticados, porém outras lesões, ás vezes mais sérias e importantes podem ser confundidas com eles, como os cistos, lesões malignas (sarcomas e metástases cutâneas.

Somente o médico dermatologista é capaz de diferir uma da outra e indicar o tratamento mais adequado para cada caso. A maior parte dos inchaços e nódulos são benignos, podendo ser causados por infecções, lesões, pressão externa, inflamação ou obstrução do fluxo sanguíneo.

Rua Sampaio Viana, 253 - cj. 123 - Paraíso - CEP. 04004-000 - São Paulo - SP - Tel.: (11) 3926-3713 - Fax: (11) 3052-1596
Convert Marketing - Assessoria de Marketing DigitalD'Aurea Machado - Clínica de Dermatologia Integrada da Pele
Copyrights © 2013. All rights reserved. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização.